Justiça do Trabalho conscientiza trabalhadores da UHE Santo Antônio sobre a prevenção de acidentes de trabalho

Para falar da importância da prevenção de acidentes no trabalho, a Justiça do Trabalho iniciou na terça-feira (22) a sua participação na Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (Sipat) no canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Santo Antônio, em Porto Velho.

Como parte do Programa de Responsabilidade Social do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região, Justiça do Trabalho Vai à Empresa, a juíza do trabalho e presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 14ª Região, Luzinália de Souza Moraes, falou aos trabalhadores de uma das maiores obras civis do estado sobre os prejuízos que o acidente traz ao trabalhador, empresa e também à sociedade.

Em meio às comemorações dos 70 anos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), a juíza sensibilizou os presentes para a questão de que o lugar que o trabalhador mais faz falta não é no trabalho, e sim na família. "Os acidentes só acontecem quando não há prevenção. Portanto, é preciso utilizar adequadamente todos os equipamentos de proteção individual", ressaltou.

Luzinália lembrou os trabalhadores que eles têm o direito de recusa, caso verifiquem a falta de segurança no exercício das atividades laborais.



 

O TRT continuará falando sobre o assunto nesta quarta e quinta-feira, aos operários que trabalham  nos chamados Grupos Geradores 3 e 4 (GG3 e GG4).

Além do tema tratado, a 3ª Sipat, promovida pelo Consórcio Construtor Santo Antônio, conta também com sorteio de prêmios, exposição, stand-up, teatro e palestras relacionadas à segurança do trabalho.

Pelo TRT, também participaram da atividade a coordenadora dos projetos sociais e secretária Judiciária, Nazaré Pena, e os servidores José Queiroz, Socorro Carvalho e Yllen de Almeida. O evento contou ainda com a equipe de reportagem do Programa Justiça & Cidadania do TRT.

Clique aqui e veja mais fotos do evento.

Ascom/TRT14 (Luiz Alexandre)
Permitida a reprodução mediante citação da fonte ASCOM/TRT14
Siga o Twitter @TRTNoticia  (69) 3211 6371 / 9976-1235